Farsa muda de nome

postado em: Cotidiano 0

Estamos a pouco menos de 15 dias para o fim do ano. Dezembro, em nosso hemisfério, significa calor, verão, dias ensolarados, pessoas de camisetas regatas andando nas ruas. Entretanto, o que temos visto é manga comprida, chuvas, dias nublados e noites com ventos frios – tenho dormido até com edredom.

Uma rápida passada no site Climatempo mostra que nos próximos dias a mais alta temperatura que São Paulo atingirá é de 26ºC. Capaz de termos uma virada de ano ligeiramente mais quente, mas nada maior do que vemos hoje.

Já repararam que as notícias sobre o famigerado (e fajuto) aquecimento global desapareceram misteriosamente dos jornais e sites de notícias? Nenhum jornalista teimaria em dizer que o planeta está em constante aquecimento quando a temperatura nestes dias de dezembro fica em torno dos 18ºC/22ºC.

Para que a pecha de idiotas não lhes caia sobre a cabeça, convenientemente mudaram o discurso para ‘alterações climáticas’ e ‘crises ambientais’. Fiquemos atentos para saber, nos tempos que estão por vir, qual será o novo vilão que ameaçará a humanidade quando até o tema da crise ambiental for por água abaixo.

Melhor lutar heroicamente contra moinhos de vento do que admitir a própria incapacidade de lidar com fatos. Às vezes o maior inimigo da humanidade é a própria busca pelo maior inimigo da humanidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.